Como escolher um coach

1. Ser Humano

 

Um bom coach entende e se especializa continuamente sobre tudo que se refere ao ser humano e ao processo de mudança e aumento de performance.

 

Busca conhecer sobre estilos psicológicos, tipos de personalidade, estilos pessoais, sobre comportamento, atitude, motivação, mudança e performance. (Neste aspecto profissionais formados em psicologia levam vantagem).

 

E ele deve fazer parte de um grupo que busca constantemente por melhoria, evolução, aprendizagem, auto-motivação a auto-transformação.

 

2. Metodologia

 

O coach deve estar embasado em metodologias, processos e pensamento sistêmico.

 

3. Técnicas

 

O coach deve ter técnicas e ferramentas que potencializam os resultados dos clientes.

 

Um bom coach procura sempre se atualizar através de treinamentos, leitura, troca de experiências para poder atingir os melhores resultados da maneira mais rápida possível com as tecnologias disponíveis no mercado devidamente testadas.

 

4. Competência

 

Para que o processo de coaching funcione, o profissional coach deve desenvolver certas habilidades e competências como planejamento, comunicação, visão sistêmica, ética e caráter. Deve também possuir certas características como comprometimento, confiança, congruência, flexibilidade, generosidade, compaixão e entusiasmo. Além de seguir os princípios de não julgamento, foco no futuro, foco na ação e seguir um código de ética.