Delegação de Autoridade

Se você fosse um administrador e quisesse delegar parte e sua autoridade a alguém, o que deveria fazer? A seguir, resumimos os passos básicos que devem ser dados.

 

1.Deixe clara a atribuição

O ponto de partida é determinar o que será delegado e a quem. Você precisa identificar a pessoa mais capaz para realizar a tarefa e saber se ela tem tempo e motivação para tanto. Assumindo que você encontre a pessoa disposta e capaz, é sua responsabilidade fornecer informações claras sobre o que está sendo delegado a ela, os resultados esperados e as expectativas quanto a prazos ou desempenho.

 

2. Especifique a autonomia que será delegada

Todo ato de delegação possui limitações. Você delega autoridade para agir em relação a determinadas questões, dentro de certos parâmetros. Você precisa especificar quais são esses parâmetros para que a pessoa saiba, com segurança, até onde vai sua autonomia.

 

3. Permita que o responsável participe

A melhor fonte para a determinação da quantidade de autoridade necessária para a realização de uma tarefa é a pessoa que será responsável por ela. Se permitir que os funcionários participem da determinação do que será delegado, quanta autoridade será necessária e os padrões pelos quais eles serão julgados, você aumentará a motivação e a satisfação deles, bem como a responsabilidade que assumirão pelo desempenho.

 

4. Informe aos demais que a delegação foi feita

A delegação não deve ocorrer no vazio. Não apenas você e aquele que recebeu a delegação precisam saber claramente o que o foi delegado e a quantidade de autoridade transferida, mas todos aqueles que possam ser afetados.

 

5. Estabeleça controles e feedback

O estabelecimento de controles para monitorar o progresso do funcionário aumenta a probabilidade de que problemas mais sérios sejam identificados previamente e que a tarefa seja cumprida no prazo, dentro das especificações desejadas. Por exemplo, fazer um acordo quanto ao prazo de cumprimento da tarefa, estabelecendo datas progressivas para que o funcionário reporte seu progresso e quais problemas identificados.

 

Comportamento Organizacional – Stephen Robbins – Pearson Prentice Hall (P 409)